Para ser um bom músico, simplesmente estude!

A música, sendo uma das artes mais envolventes existentes, chama a atenção de muitos observadores que, por vezes, veem nela uma possibilidade de atuação profissional. No princípio, muitos estudantes enxergam na música um universo de sentimentos que têm a ver com suas vivências pessoais até certo momento da vida. No entanto, quando esses estudantes ultrapassam as primeiras etapas da musicalização e dão início à prática num instrumento, passam a perceber que há na música muito mais possibilidades expressivas e técnicas do que pensava antes. Muitas vezes, aquela paixão “básica” que o estudante tinha pela música evolui para uma paixão mais “elevada”, no sentido de que as exigências técnicas vão aumentando e, consequentemente, o estudante de música passa a conhecer elementos que exigem muito mais de sua atenção lógica. Muitas vezes, esses elementos técnicos fascinam o estudante de música de tal maneira, que passam anos em busca de compreendê-los afim de utilizá-los em seus discursos musicais.

Saxofonista Esdras de Souza

Ao longo do seu processo de desenvolvimento teórico e técnico, o músico vai sendo apresentado a conteúdos expandidos a respeito dos três elementos da música: melodia, harmonia e ritmo. Apesar desses serem “apenas” três elementos, há uma infinitude de possibilidades de combinações e distribuições ideológicas se utilizando desses elementos. A compreensão e utilização consciente desses elementos se dará por meio de muito empenho prático por parte do estudante de música e o reflexo disso estará presente em suas formas de se expressar com o instrumento. Além disso, se o instrumentista dedica-se “religiosamente” e diariamente à prática de seu instrumento e se é instruído por bons mestres, sua expressão sentimental entrará em simbiose com sua lógica cognitiva e sua resposta motora no instrumento musical que manipula será imediata. Simplificando, se o músico busca compreender como funciona uma construção melódica associada a harmonias de músicas bem ritmadas, torna-se um proficiente e proativo profissional da música.

Instrumentistas altamente conceituados mundialmente, em geral, dedicaram-se horas a fio para que pudessem ter domínio técnico de seus instrumentos. Músicos assim dão testemunhos reais e práticos do quanto a prática assídua é importante para que “sonhos” se tornem reais. Se você ainda não é músico, mas sonha em um dia ser, escolha seu instrumento, busque bons professores e seja um pesquisador. Não tenha dúvidas de que, se assim você fizer, será um grande representante do instrumento que escolheu para si e serás referência para outros seres humanos, assim como outros o são para você. No entanto, se és um músico profissional, compartilhe este texto para que outras pessoas entendam a importância da dedicação para se tornarem bons músicos.

Leia também:

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!